Videolaparoscopia 2018-01-24T20:54:08+00:00

Cirurgias Bariátrica e Metabólica

Compartilhe

Facebook
Twitter

Videolaparoscopia

Na medicina atual, quando falamos em cirurgia, a primeira pergunta que se faz é “Doutor esta cirurgia é feita por Videolaparoscopia?”

Então o que é cirurgia vídeo laparoscópica?

Com a videolaparoscopia, realizamos pequenas incisões ao invés de uma única e grande incisão. O laparoscópico é um tubo longo com lentes, ao qual conectamos uma câmera e uma fonte de luz. Este laparoscópio é introduzido através destas incisões por pequenos tubos denominados trocarters. Este equipamento é acoplado a um monitor de vídeo que possibilita ao cirurgião visualizar o que será operado. Por meio dos pequenos tubos inseridos nas outras pequenas incisões, são colocadas pinças, tesoura e todo o material cirúrgico necessário. Com estas pinças especiais e com ampla visualização da área a ser operada, a cirurgia é realizada.

Figura 1: Alguns prováveis benefícios da cirurgia videolaparoscópica.

Perguntas e respostas sobre Cirurgia videolaparoscópicas

Cirurgia videolaparoscópica é o mesmo que cirurgia a laser?

NÃO. Cirurgia laparoscópica é realizada com instrumentos laparoscópicos e muito raramente é utilizado o laser.

Quem pode ser submetido à cirurgia videolaparoscópica?

A princípio, qualquer um. No entanto, pacientes com cirurgias prévias e cicatrizes no abdômen podem dificultar ou até impossibilitar o método vídeolaparoscópico. Alguns pacientes podem apresentar alguma contraindicação de caráter clínico para o método.

Se, após a cirurgia, eu descobrir que não foi possível realizar a videolaparoscopia e, ao invés de pequenas incisões eu apresento uma grande incisão no abdômen, é sinal de que algo deu errado?

NÃO. Em certos casos, devido à impossibilidade de realizar a cirurgia pelo método laparoscópico, seja por visualização inadequada, ou por dificuldade técnica, por segurança, é decidida pela “conversão” da cirurgia para o método convencional, onde realiza-se a incisão.

Que tipos de cirurgias podem ser realizadas por videolaparoscopia?

Diversos procedimentos, tanto na região do tórax, denominada de toracoscopia, como no abdômen, denominada laparoscopia podem ser feitas por este acesso.

Alguns dos procedimentos listados abaixo são realizados na Clínica do Dr.Cid Pitombo:

  • Apêndice
  • Baço
  • Pâncreas
  • Vesícula e Vias Biliares
  • Estômago
  • Cólon
  • Hérnia da parede abdominal
  • Hérnia de Hiato / Doença do Refluxo
  • Cirurgia da Obesidade
  • Suprarenal
  • Toracosocopia
  • Biopsias

Como é realizada uma cirurgia por videolaparoscopia?

Como exemplo, descreveremos o uso desta técnica na cirurgia de vesícula, denominada de Colecistectomia videolaparoscópica. Este acesso, diferentemente das cirurgias abertas ou com incisões grandes no abdômen, utiliza pequenas incisões e, através delas, é insuflado na cavidade abdominal, CO2 por uma agulha (Figura da Insuflação e Figura do Pneumo).

Figura 2: Insuflação do Abdômen.
Figura 3: Foto externa da insuflação do abdômen (denominada Pneumoperitôneo). Observe que através de uma fina agulha injetamos ar(CO2) para criarmos um “espaço” dento do abdômen.

Logo após que é criado, com ar, espaço para visualizarmos com segurança os órgãos internos são colocados alguns pequenos tubos, denominados trocarters e, através destes, é colocado uma micro câmera de altíssima resolução e pinças (Figura Pinças).

Figura 4: Aspecto do abdômen já insuflado com CO2 e já com a câmera e os trocarters colocados por onde serão inseridos os instrumentos.
Figura 5: Retirada da vesícula por videolaparoscopia. Observe a câmera com a luz e as pinças para retirada da vesícula (em verde).

Através de um monitor o cirurgião acompanha todas as etapas da cirurgia até a retirada da vesícula (Figura Retirada).

Figura 6: Retirada da vesícula.

Todas as cirurgias realizadas no abdômen pelo método da vídeolaparoscopia utilizam estes príncipios básicos: Insuflação do abdômen com CO2, colocação de pequenos tubos(trocarters) que é por onde passarão a câmera, pinças, tesoura, grampeadores, clipadores e todos os instrumentos necessário e específicos para cada cirurgia.

Quando a cirurgia vídeolaparoscópica é realizada o tórax, não se faz necessário a realização do pneumoperitôneo.

Retratação da Internet

Em casos de doença séria ou emergência médica procure assistência imediatamente. As informações fornecidas neste website, tem por objetivo, apenas fornecer informações gerais para leitura. Ele NÃO substitui o exame, diagnóstico e atendimento médico provido por um profissional qualificado. Nenhum conteúdo deste site pode ser utilizado para diagnóstico ou tratamento de um problema de saúde.

Para considerações médicas, incluindo decisões sobre medicações e outros tratamentos, você deve realizar uma consulta com o profissional de saúde qualificado. As informações de saúde ou qualquer resposta interativa originária deste site não podem ser interpretadas como informações de um profissional médico. Você deve buscar dados em outros sites, principalmente os vinculados a sociedades e entidades médicas para confirmar as informações que disponilizamos neste site.

Se você desconfia que está com qualquer problema de saúde, por favor entre em contato com um médico ou hospital, imediatamente, para correta avaliação.